© BRASA EM CASA 2019

  • White Facebook Icon
  • White Instagram Icon
  • Branca ícone do YouTube
  • Branca Ícone LinkedIn
 

Alessandra Korap

A luta de Alessandra Korap é - entre muitas coisas - pela demarcação das terras indígenas, pelo respeito à vida e à cultura, e contra os megaempreendimentos que ameaçam os povos do Tapajós. Sendo uma das primeiras mulheres a ter voz nacional frente à Aldeia Praia do Índio em Itaituba (PA), essa liderança Munduruku é símbolo da resistência, não apenas do seu povo Munduruku e de todos indígenas, mas também das mulheres do Brasil.

 

“Antes ela [a mulher indígena] não tinha como lutar na frente, mas hoje ela tá muito atuante. Quando ela vê o sofrimento do filho, quando ela vê o sofrimento do rio, da terra, ela vê que tudo isso não pode ser derrubado. Então vai em frente e luta”, diz em entrevista. Graças à ela, e aos guerreiros e guerreiras que a acompanham, os indígenas estão ganhando cada vez mais voz nas discussões políticas pelo Brasil.